Blog Redução de Peso

Principais 3 milhões de mortes globais de COVID-19: atualizações do Coronavirus: NPR


Familiares assistem ao enterro de uma vítima do COVID-19 em um cemitério em Manaus, estado do Amazonas, Brasil, na quinta-feira.

Michael Dantas / Getty Images


esconder lenda

alternar subtítulo

Michael Dantas / Getty Images

As mortes globais por COVID-19 ultrapassaram 3 milhões, de acordo com o dados mais recentes da Universidade John Hopkins.

Liderando essas mortes estão os Estados Unidos, com mais de 566.000, e o Brasil, com mais de 368.000. Eles são seguidos por México, Índia e Reino Unido.

O número global de mortes causadas pela pandemia chegou a 1 milhão em setembro de 2020 e 2 milhões em janeiro.

O marco sombrio surge à medida que cresce a preocupação com a vacina de dose única da Johnson & Johnson, que Eu estava em hiato nos Estados Unidos, após seis mulheres apresentarem coágulos sanguíneos raros e graves após receberem a vacina. Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças e a Food and Drug Administration recomendaram uma pausa no uso da vacina J&J na terça-feira.

Mas, em geral, mais do que 129 milhões Pessoas nos EUA receberam pelo menos uma dose da vacina COVID-19 e apenas cerca de 7,2 milhões de doses da vacina J&J foram administradas no país até agora. Mais de 82 milhões de americanos, quase 25% da população, foram totalmente vacinados.

No Brasil, as mortes pelo vírus têm ultrapassou 3.000 por dia enquanto o país é devastado pelo vírus. O México registrou mais de 211.000 mortes. A Índia teve mais de 175.000 mortes e as mortes no Reino Unido ultrapassaram os 127.000.

As variantes do COVID-19 estão se espalhando pelos EUA, com 20.915 casos da variante mais contagiosa do Reino Unido, B.1.1.7, relatada pelo Centros de Controle e Prevenção de Doenças. Na sexta-feira, o governo Biden anunciou planos de gastar $ 1,7 bilhão sobre combate e variantes de rastreamento.



Este artigo foi escrito em Português do Brasil, baseado em uma matéria de outro idioma. Clique aqui para ver a matéria original. Se desejar a remoção desta publicação, entre em contato no email cc@reducaodepeso.com.br.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *