Blog Redução de Peso

NeuroPace, iniciante da terapia de neuroestimulação, fecha um aumento de US $ 33 milhões com US $ 34 milhões adicionais em financiamento de dívidas


A NeuroPace, fabricante de um dispositivo de terapia de neuroestimulação implantado para ataques epilépticos não controlados, anunciou um aumento de capital de US $ 33 milhões na segunda-feira. A Accelmed Partners liderou o investimento, ao qual se juntaram novos patrocinadores, como Revelation Partners, Soleus Capital e um investidor estratégico anônimo. Os patrocinadores anteriores KCK Group e OrbiMed Advisors também contribuíram.

Junto com o patrimônio, NeuroPace disse que também recebeu US $ 34 milhões em financiamento de dívida conversível de outros investidores anteriores na empresa, observando US $ 27 milhões de capital comprometido disponível em uma segunda tranche.

O QUE FAZEM

Os negócios da NeuroPace se concentram em seu sistema RNS, um neuroestimulador aprovado pelo FDA, indicado para adultos que apresentam convulsões frequentes e incapacitantes de uma ou duas fontes no cérebro e que experimentaram dois ou mais medicamentos anticonvulsivantes sem sucesso. Ao contrário das terapias de estimulação do nervo vago, o sistema RNS coloca seus eletrodos diretamente na origem da convulsão.

Após um procedimento cirúrgico de implante, a tecnologia atua como um sistema de circuito fechado que monitora e responde à atividade cerebral, fornecendo estimulação automaticamente antes do início de uma convulsão. Os dados de EEG são coletados sem fio por meio de um monitor remoto em casa e transferidos para um sistema online que os médicos podem revisar para ajustar o atendimento.

Para que serve

No futuro, a Neuropace disse que iria acelerar o crescimento dos negócios da empresa e explorar indicações mais amplas para seu sistema de neuroestimulação.

“Esta rodada de financiamento nos permitirá executar nossa estratégia de negócios e maximizar a aceitação da terapia em centros abrangentes de epilepsia”, disse Mike Favet, CEO da NeuroPace, em um comunicado. “Também financiará um ensaio clínico para expandir nossa indicação para pacientes menores de 18 anos, uma população cuja qualidade de vida é especialmente afetada pela epilepsia. Agora temos as mais altas taxas de redução de convulsões relatadas de qualquer dispositivo de neuromodulação para epilepsia, uma forte linha de inovação de produtos e oportunidades de expansão de mercado. Com este financiamento adicional, somos capazes de levar a tecnologia de mudança de vida do Sistema RNS para um número significativamente maior de pessoas que vivem com epilepsia refratária. “

INSTANTÂNEO DE MERCADO

Vários dispositivos de neuroestimulação diferentes para convulsões receberam a aprovação do FDA ao longo dos anos, embora tenham se concentrado principalmente no nervo vago. Esses dispositivos às vezes são baseados em um componente implantado para fornecer estimulação, mas outros desenvolveram terapias não invasivas que são auto-administrado e preventivo. As interfaces de dispositivos móveis ou inteligentes para esses dispositivos variam de produto para produto, embora recentemente Abbott recebeu aprovação do FDA para um aplicativo controlador de sistema de neuromodulação que substitui um dispositivo controlador para alguns de seus tratamentos para a doença de Parkinson, tremores essenciais e dor crônica.



Este artigo foi escrito em Português do Brasil, baseado em uma matéria de outro idioma. Clique aqui para ver a matéria original. Se desejar a remoção desta publicação, entre em contato no email cc@reducaodepeso.com.br.

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *